top of page

Sinfônica do Espírito Santo apresenta trilha sonora de documentário sobre biodiversidade brasileira



A Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) apresenta, nos dias 10 e 11 de maio, às 20 horas, no Sesc Glória, Centro de Vitória, as séries Quarta e Quinta Clássica, sob a regência do maestro convidado Silvio Viegas, que, atualmente, está à frente da Orquestra Provincial de Santa Fé, na Argentina.


A Oses vai interpretar uma obra que faz um passeio pelos temas de Vivaldi, com a “Abertura Vivaldiana”, de Denise Garcia; e ainda como forma de valorizar o repertório nacional, uma obra que fala sobre as belezas naturais brasileiras, a “Suíte Brasil Azul”, de Alexandre Guerra. Seguindo o programa, a abertura “As Hébridas”, de Mendelssohn, além da dramática abertura da ópera “O Navio Fantasma”, de Wagner.


Os ingressos já estão à venda na bilheteria do Sesc Glória ou on-line, neste link, e custam R$ 20 (inteira), R$ 12 (conveniado) e R$ 10 (meia-entrada e cliente com credencial do Sesc). Notas sobre o repertório O programa das duas apresentações começa com a “Abertura Vivaldiana”, de Denise Garcia. A obra se inspira no universo de Vivaldi, particularmente nos terceiros movimentos das famosas Quatro Estações. A compositora explica que se inspirou em temas do compositor, assim como de outros compositores barrocos, para criar os seus próprios. A “Suíte Brasil Azul”, de Alexandre Guerra, tem origem na trilha sonora do documentário de mesmo nome, que Cristian Dimitrius fez para o Canal Disney+ sobre a biodiversidade da costa brasileira, retratando as belezas naturais brasileiras. O compositor da obra é conhecido e consolidado internacionalmente pelo trabalho como autor de trilhas sonoras.

Mesmo tendo o nome de “Abertura As Hébridas”, de Mendelssohn, é uma obra orquestral que não “abre” nenhuma ópera ou balé. A Gruta de Fingal a que se refere o título se localiza na costa oeste da Escócia. O lugar, ao mesmo tempo belo e assustador, impressionou tão fortemente Mendelssohn, que o inspirou a compor imediatamente. Seus primeiros compassos foram imaginados ali mesmo, no momento de sua visita. A estreia deu-se no ano de 1832. Encerrando o repertório, a abertura da ópera “O Navio Fantasma”, de Wagner, data de 1843, e muito deve às Hébridas de Mendelssohn em sua inspiração no inóspito Mar do Norte e suas águas. Outros temas que serão reapresentados ao longo da ópera também já são anunciados nesta partitura de contornos dramáticos.

Sobre o maestro Silvio Viegas é atualmente o regente titular da Orquestra Provincial de Santa Fé, na Argentina, e professor de regência na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Foi Maestro Titular da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais até o final de 2022, regente titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro de 2008 a 2015 e professor da cadeira de Regência na Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais, durante 15 anos. Desde o início de sua carreira, tem se destacado por sua atuação no meio operístico, sendo nomeado como o melhor regente de ópera em 2017. Como convidado, esteve à frente de importantes Orquestras da Italia, Bulgaria, Hungria, Portugal, Argentina, Uruguai e Brasil. Natural de Belo Horizonte, Silvio Viegas, estudou regência na Itália e é mestre em regência pela Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Série “Concertos Didáticos”

Quer levar a sua escola para acompanhar os ensaios gerais da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo? Estão abertas vagas para receber estudantes do Ensino Médio da Rede Pública Estadual de Ensino para a série “Concertos Didáticos”. A ação é uma oportunidade de conferir as dinâmicas entre os músicos, ouvir apontamentos do regente e acompanhar parte do processo que é a preparação de uma música até o momento do concerto, além de estimular esses jovens a descobrirem o universo sinfônico e suas infinitas possibilidades. Os ensaios gerais e a preparação dos músicos acontecem sempre às quartas-feiras, com concertos marcados a partir das 8h15, no Sesc Glória, Centro de Vitória. Para agendar a sua escola, mande e-mail para comunicacao.coes@gmail.com.



Serviço: Quarta e Quinta Clássica - Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) Quando: 10 e 11 de maio | 20 horas Local: Sesc Glória, Avenida Jerônimo Monteiro, 428, Centro, Vitória, Espírito Santo. Repertório: Denise Garcia: Abertura Vivaldiana Alexandre Guerra: Suíte Sinfônica Brasil Azul Felix Mendelssohn: Abertura As Hébridas op.26 – “A Gruta de Fingal” Richard Wagner: Abertura O Navio Fantasma Regência: Silvio Viegas


Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Oses

Erika Antônia Piskac

(27) 99283-1081


Assessoria de Comunicação da Secult

Tiago Zanoli / Danilo Ferraz / Juliana Nobre

(27) 3636-7111 / (27) 99753-7583 / (27) 99902-1627

Comments


bottom of page